Piracicaba Cidade Alta Centro Local Dom Bosco

Centro Local Dom Bosco

Sobre

Centro Local Cidade Alta é formado por 15 cooperadores salesianos que atuam em Piracicaba. É considerado o centro mais jovem da província com uma média de idade de 37 anos. É também o centro mais novo, já que foi formado em 2019 com o compromisso desses jovens cooperadores.
Os cooperadores salesianos do Centro Local Cidade Alta se reúnem sempre no último domingo de cada mês. As reuniões, que costumam durar uma hora e meia, são momentos de formação e discussão de pontos importantes para cada mês, como recados, ações pastorais e arrecadação financeira. Essas reuniões costumavam ser presenciais, na sala de pastoral do Colégio Salesiano Dom Bosco Cidade Alta, em Piracicaba, porém com a chegada da pandemia do coronavírus, a aglomeração de pessoas ficou inviável e as reuniões passaram a ser feitas de forma online por meio da plataforma zoom.
O grupo se divide em duas ações pastorais. Uma parte faz trabalhos com jovens infratores, na Fundação Casa. Antes da pandemia, os cooperadores tinham o costume de ir mensalmente até a Fundação Casa para rezar e brincar durante o tempo de lazer dos internos. Com a necessidade do isolamento social, as visitas foram canceladas e o contato passou a ser feito por meio de cartas, enviadas a cada jovem da Fundação. A outra parte do grupo de cooperadores atua na frente formativa de jovens líderes. Atualmente está em andamento o projeto “Eu, líder” com diversos encontros online com membros do gam com base nos pilares das dimensões humana, cristã e salesiana. O objetivo é formar jovens capacitados para atuar como líderes dentro da comunidade salesiana de Piracicaba.
Desde o compromisso do grupo em 2019, um conselho foi formado e se mantém com os seguintes cooperadores:
Antônio Fernando Sarto – coordenador
Ana Cristina Penteado Nasato – secretária
Thiago Fuzatto – formador
Antônio Zolini Júnior - administrador
Bárbara Bressan Belan – comunicadora
Matheus Coelho Martins – conselheiro
Rafael Taranto Polizel – conselheiro

História

O Centro Local Cidade Alta surgiu a partir da idealização do Pe. Rafael Galvão. Isso porque, apesar de Piracicaba ter uma presença salesiana muito forte e inclusive ter iniciado o projeto do grupo de animação missionária que hoje existe em toda a Inspetoria de São Paulo, a cidade é conhecida por não revelar vocações de Padres Salesianos. Com isso em mente, o Pe. Rafael teve a ideia de revelar vocações leigas, convidando um seleto grupo de amigos já muito atuantes no colégio, paróquia ou no próprio gam, a embarcar como aspirantes no que seria o início de uma longa jornada.
Em 2017, cerca de 30 pessoas começaram a se reunir para as formações ministradas pelo próprio Pe. Rafael e pela formadora Rosebel Aparecida, já cooperadora do São Mário Piracicaba. Foram muitas formações, retiros e encontros de discernimento durante pouco mais de 2 anos. Durante esse período, os aspirantes continuaram atuantes principalmente no gam, demonstrando vontade em estar com os jovens.
Nessa caminhada de cerca de 2 anos, alguns foram desistindo pelo caminho por não se sentirem prontos para assumir o compromisso. Até que em 2019, os aspirantes que continuaram firmes no propósito foram convidados a fazer um discernimento e escrever uma carta pedindo ao reitor mor para entrar definitivamente na família salesiana.
Foi no dia 28 de abril de 2019 que 16 aspirantes se tornaram Cooperadores Salesianos em celebração eucarística realizada na quadra da Obra Salesiana São Mário, em Piracicaba. A Celebração contou com a presença do Inspetor Salesiano Pe. Justo Ernesto Piccinini, do Pe. Rafael Galvão, idealizador do grupo, além de outros padres, irmãos, cooperadores, amigos e convidados. A celebração terminou com um lanche comunitário nas quadras para partilha de imensa alegria.
Desde o compromisso em 2019, uma cooperadora se desligou do grupo, hoje formado por 15 pessoas. Ao final de 2020 foi iniciado o primeiro grupo de aspirantes do Centro Local Cidade Alta, com o objetivo de capacitar e receber novos membros que possam ajudar o grupo a crescer em Cristo e ampliar as atividades pastorais. Esses aspirantes foram escolhidos com o mesmo critério do grupo inicial. São pessoas atuantes na comunidade em que participam, no gam e nas missas do colégio. Os aspirantes devem fazer uma caminhada de aproximadamente dois anos antes de fazer o compromisso para se juntar a Família Salesiana.